Voltar à página principal
 
 


Resumo da História de Portugal:


                                                                                           
                                                                                                                                                     
D. Afonso Henriques

Portugal é um dos países mais antigos de todo o mundo. Formou-se no século XII (1143) e o seu primeiro rei foi D. Afonso Henriques. Inicialmente Portugal era um pequeno território, correspondente ao Minho.

Ao longo dos séculos fomos conquistando território a Castela e nomeadamente aos Mouros. Neste momento o território continental é de 92.000 km2, e estende-se até ao Algarve.

Nos séculos XV e XVI, Portugal deu a conhecer à Humanidade um novo Mundo, através dos descobrimentos Marítimos. Tudo começou na pequena cidade de Sagres, no Algarve, onde havia uma escola marítima. Portugal virou-se para os oceanos e através de navegadores heróicos, Portugal descobriu os arquipélagos dos Açores e da Madeira; dobrou toda a África, descobriu o caminho marítimo para a Índia e chegou ao Brasil. Estabeleceu mercados e rotas comerciais entre a Europa, África, América e Oriente (Índia, China, Japão e Indonésia). Estabelecemos muitas colónias entre as quais:

  • Angola

  • Brasil

  • Moçambique

  • Guiné Bissau

  • Cabo Verde

  • S. Tomé e Príncipe

  • Timor

  • Goa, Damão e Diú

  • Macau

                                                                          

                                                               Vasco da Gama                                                     Caravelas Portuguesas

 

Neste pequeno período de tempo, Portugal tornou-se a maior potência europeia e o país mais rico da Europa. Lisboa, a capital, tornara-se a maior cidade europeia.

Infelizmente Portugal veio a perder grande parte da sua riqueza pouco tempo depois.

Os séculos foram passando e haviam grandes dificuldades de todo o género no país. Para resolver estes problemas, deu-se uma revolução no dia 5 de Outubro de 1910 onde a República passou a ser o nosso sistema político. Apesar dos republicanos terem prometido maravilhas para Portugal poucos problemas nacionais foram resolvidos. Havia um clima de grande instabilidade política desde o momento em que a monarquia tinha sido derrubada.

                                                                                                     

                                                   Salazar                                                      Marcelo Caetano                                      Américo Tomás

A estabilidade foi restabelecida quando António Oliveira Salazar se tornou o ministro das Finanças em 1928. No ano de 1932, Salazar tornou-se primeiro ministro de Portugal. Salazar resolveu todos os problemas económicos Portugueses através do seu regime de ditadura fascista. Contudo, Salazar isolou Portugal da Europa e foi resistente à modernização patente no resto da Europa. O lema que Salazar impôs relativo aos valores nacionais era: "Deus, Pátria e Família". De facto Portugal perdeu muito com este regime ditatorial.

Em 1968 Salazar foi sucedido por Marcelo Caetano, que por sua vez introduziu algumas reformas no Estado e "aligeirou" a ditadura. No entanto o regime continuava a ser um regime de autoritarismo. Portugal permaneceu em esforço de guerra durante muitos anos, com as nossas colónias em África. Muitos milhões foram gastos na guerra Colonial, também conhecida como guerra do ultramar. Os principais focos da Guerra foram em Angola, Moçambique e Guiné Bissau.

                                                                             

          Spínola                                       Mário Soares                                 Sá Carneiro                           Cavaco Silva                                  Guterres                             Jorge Sampaio

Foi no dia 25 de Abril de 1974 que o regime foi deposto, através da revolução dos Cravos, liderada pelo General António de Spínola, que restabeleceu a Democracia em Portugal. Os primeiros 2 governos que se seguiram às eleições de 1976 foram encabeçados por Mário Soares, líder do Partido Socialista. Em 1985 o Partido Social Democrata tornou-se no maior partido e governou o país entre 1987 e 1995, sendo o primeiro ministro Cavaco Silva. Mário Soares deixou a chefia do estado em 1985 e foi eleito como Presidente da República em 1986 e reeleito em 1991. Em 1996 Jorge Sampaio tornou-se o actual Presidente da República,  nas eleições legislativas de 1995, e António Guterres é o actual primeiro ministro português. Actualmente o Governo entrou em ruptura, aguardando-se novas eleições.

                      

De facto, a restauração da democracia em 1974 foi uma grande vitória nacional, o que permitiu ao país abrir-se para a Europa. Contudo, foi só em 1986 que Portugal aderiu à União Europeia e assim a sua economia começou a melhorar. Portugal é agora um país liberal, completamente integrado na Europa. Portugal foi também um dos 11 países europeus pioneiros na adesão à moeda única, o Euro.

                                                              

                                                                         O Euro

 

 

Voltar à página principal